Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Duas Amigas, Um Blog

Duas amigas de longa data e algumas das histórias que têm para contar. No fundo duas raparigas com uma grande capacidade para dizer parvoíces..

Duas Amigas, Um Blog

Duas amigas de longa data e algumas das histórias que têm para contar. No fundo duas raparigas com uma grande capacidade para dizer parvoíces..

a vingança do GPS ou mais uma dura lição de vida para Nocas

Situação - Pequena Nocas tem que fazer viagem de carro,  para sítio onde nunca esteve e por caminhos onde nunca andou. Pequena Nocas tem que fazer essa viagem sózinha e é uma viagem relativamente grande.

 

Problema nº 1 - Pequena Nocas tem namorado que sabe o caminho que Nocas tem que fazer. Namorado quer explicar a Nocas o caminho, mas namorado de Nocas fala muito e torna-se um bocado chato e Nocas não quer ouvir indicações. Nocas não precisa de apanhar seca de namorado porque Nocas é possuidora de um maravilhoso GPS.

 

Problema nº 2 - Nocas tem a mania de contrariar GPS. GPS tem a mania que manda mas não manda porque Nocas só vai por onde quer!

 

Viagem de ida - Nocas Liga GPS. GPS manda Nocas em frente e Nocas vai para a direita porque Nocas só conhece estrada da direita e acha que é a melhor opção. Nocas faz cerca de 100 kms sempre a contraiar ordens de GPS e a mandar vir com ele (porque GPS é parvo e não a manda por onde ela quer ir). GPS passa esse tempo todo a mandar Nocas voltar atrás. Nocas não volta e GPS passa o resto do tempo a "recalcular itenerário".

Passados cerca de 100 kms Nocas já não se sabe orientar sózinha e então resolve seguir indicações de GPS, é então que começa a terrivel vingança...

GPS manda Nocas para estradas secundárias pelo meio de terrinhas que Nocas nem sabia que existiam. Depois as estradas secundárias começam a ficar cada vez mais estreitas.O dia começa a escurecer e quando Nocas dá por si está no meio de uma serra de pinheiros altos, a estrada para além de estreita é a estrada com mais curvas e contra curvas que Nocas já viu. Nocas tem que conduzir muito devagar para não sair de mão não vá o diabo tecê-las e aparecer algum carro de frente, apesar de ser uma estrata práticamente deserta. Após 12 kms de tortura  GPS manda Nocas para o meio de mais uma série de terras até finalmete se dignar a mandar Nocas para um maravilhoso I P. Nocas fica feliz porque, apesar de já ser noite e ainda faltaram 70 kms para o final da viagem, Nocas está numa estrada larga e (loucura loucura) pode meter a 5ª! Porém o contentamento de Nocas dura pouco visto que GPS manda Nocas sair de IP e meter-se num caminho municipal mega estreito e metido noutra serra...Pobre Nocas confia em GPS e  percorre alguns kms desta estrada assustadora em plena noite. Nocas só vê escuridão e pinheiros e não se cruza com vivalma. Alcatrão acaba e Nocas entra em caminho de terra batida, Nocas continua em frente imaginando que está num cenário ideal para o ataque de um qualquer assassino em série. Nocas imagina que poderá ser a manchete do Correio da Manhã do dia seguinte " Jovem encontrada brutalmente assinada em serra". Quando Nocas pensa que não pode piorar eís que no meio do caminho aparece um enorme sinal de trânsito proibido devido a obras. Nocas saí para um desvio à esquerda e GPS diz "a recalcular itenerário, não há alternativa  possível". Nocas não tem outro remédio se não voltar atrás até IP e aí Nocas tem que dar o braço a torcer e ligar a namorado explicando em traços largos onde está e pedindo nome de terra que seja ali perto para poder meter no GPS para finalmente sair dali. Namorado fica feliz porque finalmente vende o seu peixe e pode mostrar como é o supra sumo do conhecimento de caminhos. Nocas sente-se humilhada por ter que pedir ajuda. Finalmente vai até terra indicada por namorado, mete outra vez destino no GPS e finalmente chega a destino com quase duas horas de atraso.

 

Viagem de regresso - Nocas não quer voltar a fazer terrivel caminho. Como quem não quer a coisa Nocas pergunta a namorado qual a melhpr opção para sair dali. Namorado refere auto estrada. Nocas acata a sugestão e entra na auto estrada onde namorado sugere que Nocas deve entrar e sai onde namorado diz que Nocas deve sair. Depois de auto estrada Nocas mete destino no GPS e segue à letra instruções de GPS. GPS manda Nocas para estradas relativamente boas. Nocas poupa muito tempo e muitos kms na viagem de regresso.

 

Conclusão - Nocas tem que deixar de ser teimosa e admitir que namorado e GPS são capaz de perceber mais de caminhos do que ela.

 

 

Nocas

O Drama do Cabeleireiro

Se há coisa que não gosto é do ritual anual de ir ao cabeleireiro. É quase tão mau como ir ao ginecologista, ou às finanças!

Durante anos fui tentando salões diferentes sempre na busca do cabeleireiro ideal. Durante anos fui acumulando traumas que contribuíram para a minha aversão a estes profissionais.

 Lembro-me do salão onde mamãe me levava quando era criança e onde durante anos me cortaram o cabelo à rapaz. Mamãe dizia que era giro e estava na moda e a piquena Nocas acreditou até ao dia, já na sua adolescência, em que a confundiram com um rapaz e a pequena Nocas deixou de ir ao dito salão e deixou crescer o cabelo.

Depois foi a vez da cabeleireira modernaça, que tirava montes de cursos em Espanha e que achava que o meu longo cabelo era o local ideal para experimentar as inovações que aprendia nesses cursos. Dela recordo o penteado à gnomo, recordo o penteado volumoso, qual Jackie Kennedy, que ficava a matar numa adolescente com 15 anos que se vestia de ténis, calças largas e camisolas de capuz (nesse dia o capuz deu-me muito jeito). Recordo sobretudo a vez em que lá fui para fazer um penteado para o casamento de uma prima e também a maquilhagem. Pedi uma coisa leve (tinha 16 anos) e ela fez-me uma maquilhagem capaz de fazer corar qualquer bailarina de cabaret. Olhos destacados e boca destacada com risco nos lábios! RISCO NOS LÁBIOS!?! Quando finalmente me virou para o espelho eu ia tendo um AVC.

Mas não foi dessa que aprendi (oh como eu era burra!).A gota de água foi quando pedi um apanhado simples para levar a um batizado e ela me fez um pentedao de boneca de porcelana com CANUDOS! e uma espécie de ninho no topo da cabeça...Nunca mais lá voltei...

Depois fui a outro salão onde deixei que me fizessem uma terrível franja e depois finalmente comecei a frequentar o actual cabeleireiro.

O sitio que frequento não é mau de todo...Nunca tive nenhum acidente com a coloração, nunca me cortaram o cabelo demais, nunca me fizeram um penteado ridículo, nunca me tentaram convencer a fazer franja. Ainda assim detesto lá ir porque estão sempre a falar mal de alguém. Quando digo sempre quero mesmo dizer SEMPRE! E geralmente a vítima costuma ser a cliente que acabou de sair. Aliás a maledicência só é interrompida por breves minutos para dar lugar ao auto elogio. Sim! Porque a minha cabeleireira não é como essas vadias\antipáticas\com a mania que são boas que andam por aí!

Depois da maledicência e do auto elogio geralmente resolvem dar-me um pouco de atenção e fazer montes de perguntas sobre a minha vida e da minha familia. Querem saber o que é que a minha mãe anda a fazer, onde é que estou a trabalhar presentemente, tenho contrato? Tenho possibilidade de arranjar contrato? Fico sempre com a certeza que as poucas palavras que digo vão ser usadas contra mim assim que virar as costas...

 

 

Adenda: Eu escrevi este post há uns dias e guardei nos rascunhos. Ontem fui finalmente ao cabeleireiro na esperança de ter exagerado no post mas não! Tudo continuava na mesma...cheguei lá e elas estavam, com uma cliente, a falar mal de outra cliente e de toda a familia dela. Depois a conversa foi interrompida para o auto elogio. Sim! Porque a minha cabeleireira é bonita e não é falsa como umas e outras que se armam em santas mas que é só fachada. Depois resolveram dar-me um bocado de atenção para perguntar o que é que a minha mãe andava a fazer e para perguntar se eu ainda estava a trabalhar nos mesmo sítio, se tinha contrato ou possibilidades de o arranjar. Ah! E desta vez convenceram-me a pintar o cabelo de uma cor avermelhada!

 

 

Nocas

Bela maneira de começar a semana...

Já não me bastava o Benfas ter perdido contra os parvalhões do Sporting ainda sou obrigada a aturar gente mentirosa logo pela manhã..

Haverá coisa mais irritante que saber que nos estão a mentir na cara e ter que manter a boa educação e fingir que se estamos a acreditar?

Bolas! Tinha ficado muito mais feliz com um sincero "Ops esquecemo-nos!" do que com uma desculpa esfarrapada do arco da velha que não lembra nem ao menino Jesus (Jesus...outra maravilhosa palavra que me irrita profundamente ouvir hoje)!

Tenho um mau presentimento em relação a esta semana....

 

Nocas

Nocas a "impressionar" familias desde 1985!

Deprimente é...

 

Após uns dias sem ires ao facebook descobrires que há bastante tempo que alguém lá publicou uma foto tua na passagem de ano de copo na mão e cara de bêbada.

 

Ainda mais deprimente é...

 

Descobrires que foi uma das tuas melhores amigas que fez o favor de publicar aquela linda figura para todo o mundo ver.

 

Extremamente deprimente é...

 

A foto ter 3 "gostos" de familiares do namorado.

 

 

Bolas...já não bastava saberem que sou comunista e que não vou à igreja.....

 

 

Nocas

As coisas não andam a correr bem...

Não sei o que se passa comigo. Devo ter batido com a cabeça ou assim porque ando mais distraída cabeça de vento que o habitual.

Veja-mos um "interessante" resumo dos meus últimos dias;

 

Quinta-feira  - Nocas telefona para uma série de pessoas a convidar para uma reunião na 2ª feira. A meio dos telefonemas Nocas lembra-se que a reunião não é 2ª mas sim 3ª feira e tem que voltar a ligar para uma série de pessoas a desfazer o erro.

 

Sexta-feira - Nocas vai tomar café com amiga. Nocas termina café, pega no carro e volta para o trabalho. Nocas está a estacionar quando se apercebe deixou o casaco no café. Nocas tem que voltar ao café para recuperar o seu casaco favorito.

 

Sábado - Nocas vai passear a Lisboa com o namorado. Nocas e o namorado jantam no caminho. Aparentemente tudo corre bem.

 

Domingo - Nocas levanta-se de manhã e acha que é boa ideia ver se alguém lhe ligou. Nocas procura o telemóvel mas não o encontra. Nocas deixou o telemóvel no restaurante onde jantou no sábado e que por sinal fica numa cidade relativamente longe. Nocas e o namorado voltam ao dito restaurante e o namorado acha que é boa ideia ir por um atalho para poupar alguns kms. A estrada em questão é rodeada de pinhal, está calor e o namorado acha que é boa ideia ir de vidro aberto. Nocas e o namorado ficam cheios de alergia ao pó dos pinheiros. Nocas recupera telemóvel.

 

Segunda Feira - Nocas levanta-se mais cedo que o habitual. Nocas fica maravilhada pois tem tempo de tomar banho, tomar um pequeno almoço decente e chegar a horas ao trabalho. Nocas toma banho, sai do banho e de repente lembra-se que talvez tenha um compromisso antes do trabalho. Nocas abre a agenda e lá está! Nocas tem que estar no sitio X dali por 15 minutos. Nocas entra em pânico! Veste uma roupa ao calhas, não toma pequeno almoço e conduz a alta velocidade. Nocas chega 10 minutos atrasada e já não está ninguém no local. Nocas acha estranho e resolve confirmar na agenda. Afinal Nocas não chegou 10 minutos atrasada, chegou 23h:50m adiantada porque o compromisso afinal era 3ª e não 2ª feira.

 

Terça feira - Não houve incidentes a registar.

 

Quarta feira - Nocas levanta-se e faz a sua higiene diária no WC. Nocas está no quarto a vestir-se e aparece a mãe a perguntar gritar histericamente porque raio é que a Nocas em vez de colocar a escova de dentes no respectivo "recipciente" a atirou para o cesto da roupa suja?

 

A conclusão lógica de tudo isto é que a Nocas está a ficar senil antes dos 30....

 

Fuck!

 

Nocas

 

Lógicas - Tomar banho à noite.

A querida camarada de blog Necas escreveu recentemente um post sobre o facto de preferir tomar banho à noite. O que a Necas não sabe é que tomar banho à noite é mais que uma questão de preferência, é uma questão de personalidade!

Esta ligação lógica da hora do banho à personalidade das pessoas foi comprovada cientificamente pela minha vizinha cusca (aquela que acha que um clio é um carro de luxo e que eu sou consumidora compulsiva).

Diz a senhora sobre uma jovem lá da terra (desta vez não sou eu );

 

"A S. é só mania! Tem a mania que é boa! Coitada não vê que não tem onde cair morta! Vejam lá vocês que todos os dias de manhã toma banho antes de ir para o trabalho! E isto quer seja Verão ou Inverno! Já a minha neta (Avé, Avé) não! A minha neta é uma pessoa humilde, não é cá de manias, gosta de tomar banho é à noite!"

 

Pois Necas! Tu és humilde porque tomas banho à noite e se algum dia decidires que é bom é tomar banho matinal é porque tens a mania que és boa!

No meu caso pessoal  gosto tanto de tomar banho à noite como de manhã. Que será que significa?

 

Nocas

Coisas que me transcendem...

 

Se há coisa que me faz perder a paciência é quando estou ao telefone, estou a ouvir perfeitamente a pessoa do outro lado e ela não me ouve;

 

Nocas- Olá!

Outra pessoa-Estou? Estou? Vira-te!Deves estar se rede! Não te consigo ouvir!

N- ASSIM JÁ ME OUVES?

OP-Estou? Estou? Tens que mudar de sitio e falar mais alto! Estou?

N- Porra!Eu tenho rede!

OP - Estou?Estou?

(Nesta fase eu já estou demasiado irritada.)

N-Então F*da-se!(isto é apenas um exemplo, geralmente vou variando no palavrão).

 

Depois desligo...

Passados alguns segundos a pessoa em causa volta a ligar;

 

N-Estou? Então há bocado não ouviste nada do que eu disse?

OP - Não, só aquela parte em que me mandas-te à merda!

N - Ups...

 

Isto acontece sempre! A pessoa nunca me ouve tirando quando digo palavrões! Será que a minha voz tem uma frequência especial quando profere tais asneiradas? Ainda ontem aconteceu com o meu namorado e (pior) o meu pai!

Parecendo que não isto incomoda as outras pessoas!

 

 

Nocas

 

 

Divergências de familia

A minha familia,  tenho de confessar, não é perfeita. Cada elemento tem os seus defeitos e ás vezes não conjugam.

Mas o meu irmão anda numa onda...nem sei explicar.

Hoje teve uma discussão com a minha mãe e embora não lhe tenha chamado nomes, disse algumas asneiras na presença dela. Tem andado a "surripiar" dinheiro das nossas carteiras, a minha mãe apanhou-o a fumar com dois "amigos" (que de amigos não devem ter nada), não quis continuar a estudar, não quer trabalhar e quando lhe pedem ajuda aqui em casa, recusa.

Vem ao meu quarto e tira-me coisas (uma caneta aqui, uma régua ali..), não devolve nem sente remorsos quando é apanhado. Faz uma autêntica pilhagem na cozinha e continua a não querer ajudar em casa.

Não sei o que ele tem, e oh por favor que não digam que é da idade que ele tem 18 anos, já era para ter juízo. E não digam que é da educação, que eu recebi a mesma e sem querer ser convencida, nunca me portei como ele.

Que ele seja diferente, mais rebelde, mais preguiçoso, mais qualquer coisa, tudo bem. Não o posso fazer mudar. Mas ele não sente remorsos, não quer ver que isso magoa os nossos pais, não mostra sequer que percebe que não está a ter um comportamento minimamente humilde para com duas pessoas que nunca lhe recusaram nada. Irrita-me solenemente, deixa-me furiosa que ele seja assim e que não só não o reconheça como não se importe!

Se alguém tem algum conselho, eu agradecia, porque não sei o que lhe dizer, tentei o discurso sensato, o ameaçador, o de falar com idiotas e o "compincha". Nenhum resultou.

Estou mesmo zangada com ele, desapontada, mas o sentimento em maior quantidade é mesmo a raiva. Tenho momentos que me apetecia dar-lhe um murro e meter a cabeça dele numa sanita como fazem os vilões nos filmes.

Há alguém psicólogo por aí? Obrigada.

 

Necas

Alguém viu Casa dos Segredos a mais....

Descobri recentemente que, segundo uma vizinha cusca, eu sou uma adepta do luxo. Gasto todo o dinheiro que recebo em roupas de luxo e mesmo assim não me chega porque ainda tenho que gastar o dinheiro dos meus velhotes. Sim! Porque eu ando sempre muito bem vestida e tenho um carro novo por sinal também ele de luxo!

Ri-me da situação porque está muito longe de ser verdade!

Primeiro -  Eu não uso roupas de luxo. As poucas peças que tenho de marca foram compradas nos saldos.

Segundo - Gasto dinheiro em roupa e sapatos, é um facto, mas nunca gastei todo o ordenado nessas coisas, muito longe disso.

Terceiro - Tinha 16 anos quando comecei a trabalhar nas férias. O dinheiro que juntava usava para comprar as minhas roupas e ainda conseguia guardar uma parte. Portanto há mais de 10 anos que os meus pais não me compram roupa.

Quarto - É verdade que comprei um carro novo há pouco mais de uma ano. Só não sabia que um piqueno Clio era considerado um carro de luxo...

Quinto - Ao contrário do que a senhora diz não foram os meus pais que me compraram o carro. Quando o comprei já tinha dinheiro para mais de metade e os meius pais emprestara-me o resto.O Dinheiro que me foi emprestado eu tenho feito questão de o ir pagando a pouco e pouco e já tenho o carro quase pago.

Como é óbvio não avancei com estas explicações à pobre senhora...Ela não tem nada a ver com a minha vida. Não é verdade e mesmo que fosse eu gasto o meu dinheiro onde quero e como quero! Se é a opinião que algumas pessoas têm de mim, e se são felizes a pensar que eu sou assim, por mim tudo bem! É para o lado que eu durmo melhor!

A única coisa que me chateia com esta história toda é que agora cada vez que me vejo ao espelho vejo-me assim;

 

E cada vez que olho para o meu querido pai imagino-o assim;

Acreditem que é uma imagem mental pouco agradável! Não é fácil meus senhores!Não é fácil!

 

Nocas (ou Fanny se preferirem)