Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Duas Amigas, Um Blog

Duas amigas de longa data e algumas das histórias que têm para contar. No fundo duas raparigas com uma grande capacidade para dizer parvoíces..

Duas Amigas, Um Blog

Duas amigas de longa data e algumas das histórias que têm para contar. No fundo duas raparigas com uma grande capacidade para dizer parvoíces..

Música da Semana

Muita gente anda a falar desta banda, que tem um cd fantástico, as canções são giras...

Não ouvi todas, por isso não posso dizer, embora a "wonderful life" passe em tudo quanto é rádio e na tv.

É bonita essa, mas depois ouvi esta e achei muito melhor...

O som é muito bom de se ouvir.

 

Necas

  

 

Nocas em sarilhos (outra vez)

Acabei de aceitar um trabalho para o qual não me parece que esteja preparada.

Onde é que eu estava com a cabeça?... Achei que era uma oportunidade de fazer mais C.V. mas as possibilidades de falhar são mais que muitas e desta vez não há uma empresa para me amparar uma possível queda...

Fico mal disposta só de pensar no próximo mês....mas agora já está e não há volta a dar! Agora é tentar e daqui por um  mês ou vou ser uma profissional satisfeita e com uma excelente experiência (porém desempregada) ou vou ser uma profissional caída em desgraça e a pensar em arranjar outra forma de ganhar a vida (e desempregada na mesma). É 8 ou 80!

Espero que este mês passe excepcionalmente rápido e que eu não me meta em mais sarilhos!

Ah! também me candidatei a fazer censos nos meus tempos livres mas agora que penso nisso não sei bem quando é que são os censos e sei que não vou ter tempos livres durante uma semanas (mas posso não ser seleccionada portanto não me vou preocupar com mais isto).

Ai quem me dera adormecer e acordar em Março!

 

Nocas

Estrelinha.

"Vês filho? Estas pessoas que aqui estão são todas estrelinhas lá no céu" Foi a frase que ouvi hoje uma mãe dizer ao miudinho que trazia pela mão no cemitério. Será?..Não sei! Hoje sinto precisamente o contrário; Que em vez de ganhar uma estrelinha no céu perdi mais uma estrelinha na minha vida.

Bem sei que teve uma vida longa, saudável e relativamente feliz. Que mais tarde ou mais cedo ia chegar a hora dele e que foi melhor assim do que arrastar o sofrimento durante muito mais tempo. Mas não me venham com tretas! Dói sempre muito perder alguém de quem gostamos muito.

Perdi mais do que um familiar distante, perdi um amigo, uma presença constante na minha vida, alguém que gostava muito de mim e de quem eu também gosto muito.

Vou sentir falta do abraço com que me recebia. Da gargalhada característica. Das piadas e do ar sempre afável.

Nunca lho disse mas sempre o vi como um avôzinho adóptivo (os verdadeiros também já são estrelinhas) e sempre o tratei como se fosse neta dele...e agora ele foi embora e eu vou ter tantas saudades...

Adeus, porte-se bem e desta vez não é até amanhã mas até sempre...gosto muito de si (quem me dera ter-lhe dito esta última parte)

 

Nocas

Música da Semana

Desta vez fica aqui um dos clássicos da música portuguesa.

Rui Veloso canta esta canção há anos, mas parece que a letra nunca passa de moda (é assim com coisas intemporais) e se o alvo que ele tinha em mente eram os adolescentes, acho que qualquer jovem deste país pode identificar-se com a letra...principalmente nós, desempregados.

Esta é para nós, mesmo no ponto.

 

"...tudo à volta é tão feio, só me apetece fugir (...)

não vês como tudo isto é duro,

ser jovem não é um posto, ter de enfrentar o futuro com borbulhas no rosto,

porque é que tudo é incerto, não pode ser sempre assim (...)"

  

Necas

  

 

 

Droga de vida

Nunca tinha percebido porque razão alguém se droga. Nunca tinha percebido porque razão algumas pessoas escolhem fazer isso, que motivos terá alguém para se deixar levar...

 

É certo que há quem queira por razões pequenas, como parecer fixe ou porque todos os outros o fazem. Se calhar essas pessoas, naquele momento, acham que isso é o maia importante. A verdade é que poucos de nós pensam a longo prazo, poucos imaginamos a realidade como ela vai ser. Quanto muito, sabemos que vai ser dificil, mas quando a vivemos é que se sabe ao certo.

 

Ser criança é uma benção, principalmente no mundo ocidental, onde tudo é facilitado e gerações cada vez mais novas já têm um sem número de coisas pré-preparadas para os fazer deslizar pela vida...pelo menos em termos materiais. Vivem e crescem, lutam pelo que querem, sabem onde querem chegar e têm um arsenal de mecanismos que os permitem fazer isso. Vivem com os pais, saiem de casa dos pais, começam uma vida pessoal (no utópico mundo ideal, mas enfim), deslumbrados por sonhos e vontades, criados  - a maioria, talvez - num mundo seguro e de confiança.

Depois crescem.

 

Há aqueles que não têm sorte, que não nasceram em sitios chamados "globais" ou "industrializados". Aqueles que não têm pais que os amam, respeitam ou ajudam. Há aqueles que não sabem aproveitar. Aqueles que têm tudo contra eles, pais, familia, geografia, sociedade.

Esses, dizem os especialistas, estão num ambiente mais propício à tentação.

 

Mas mesmo assim os números revelam que há muita gente rica a consumir drogas, muita gente que parece ter tudo a correr bem e mesmo assim recorre a drogas. Alguns não é por razões tribais, para parecer bem, para impressionar, para demonstrar alguma coisa, para se divertirem.

Alguns dizem que a droga é um escape, é uma maneira de não estar sempre na realidade.

É destes que falo. Pessoas que, à partida, têm soluções, mas ainda assim drogam-se.

Nunca tinha percebido porquê.

Mas quando se chega a doer fisicamente uma coisa que é só psicológica, onde uma porcaria de um comprimido ou de um xarope não cura, então, percebo porque se droga alguém. Pena que tenha tantas consequências, mas suponho que todos temos o nosso limite para aguentar a dor.

 

Necas

Passagem de ano

Dizer que a minha passagem de ano e o meu primeiro dia do ano foram perfeitos é pouco...

De facto nunca tinha passado o ano enfiada numas calças de pijama polares e numa camisola desportiva de homem, mas ainda assim tinha a companhia que queria e foi fantástico mesmo que tenha sido só nós dois em casa a tentar decidir se era melhor ver a final dos ídolos ou do Secret Story.

No dia 1 ele levou-me a passear a um dos locais mais bonitos a que alguma vez fui...Não foi preciso eu sugerir, não foi preciso mandar indirectas. Simplesmente disse-me " Vou-te levar a uns sítios que sei que vais adorar!"E não é que adorei mesmo?!

O meu primeiro namorado só me levava ás feiras temáticas que ele próprio apreciava e o segundo...bem esse levava-me a centros comerciais onde só me permitia a entrada em megastores de roupa desportiva e de informática, levava-me a ver a família dele e a esmagadora maioria das vezes não me levava a lado nenhum...E quando eu o levava a algum sítio acompanhava-me sempre como se fosse um grande sacrifício...logo a mim que não tenho pachorra para os "armados em mártires"!

Oh como é reconfortante ter, finalmente, um namorado que  gosta das mesmas coisas que eu...Eu dou-e tão bem com ele em todos os aspectos que começo a acreditar que se calhar aquela treta das almas gémeas até tem um fundo de verdade...

Custou-me tanto vir embora...custa tanto estar longe mas é tão reconfortante saber que ele existe na minha vida...

 

Nocas

 

P.S: Um dos sítios onde ele me levou é parecido com este só que mais bonito ainda...como é que podia não me apaixonar por um homem assim?

Leituras do Mês - Dezembro de 2010

O ano acabou e aqui estão os livros que li em dezembro.

Agora este mês começa tudo de novo.

 

O Rapaz dos Olhos Azuis - Joanne Harris

Prophet - Elisa Viperas

Marina - Carlos Ruiz Zafón

Relentless - Bailey Bradford

A Taste of Love - Andrew Grey

Indiscretion - Jude Morgan

Tempt Me With Darkness - Shayla Black

A Ternura dos Lobos - Stef Penney

Madame Bovary - Gustave Flaubert

Reindeer Games - Jet Mykles

Shades of Dreams - TA Chase

When Plasure Rules - JK Beck

When Wicked Craves - JK Beck

A Queda - Robert Muchamore

Dead Witch Walking - Kim Harrison

A Bride most Begrudging - Deeanne Gist

O Fogo - Katherine Neville

The Spy and the Nobleman - Boonie Dee/Summer Devon

 

Necas

Pág. 2/2