Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Duas Amigas, Um Blog

Duas amigas de longa data e algumas das histórias que têm para contar. No fundo duas raparigas com uma grande capacidade para dizer parvoíces..

Duas Amigas, Um Blog

Duas amigas de longa data e algumas das histórias que têm para contar. No fundo duas raparigas com uma grande capacidade para dizer parvoíces..

Dark side

Se há coisa que não gosto é de pessoas que têm a mania que são mais espertas que os outros, de pessoas que tentam inferiorizar os outros só porque têm mais qualificações ou simplesmente porque se acham melhores. Tenho um colega que é querido para mim, trata-me bem e que se preocupa se estou bem ou não mas que por vezes me tenta inferiorizar...não percebo porque é que o faz uma vez que não é nenhum génio, coisa que eu também não sou. Não tem mais experiência do que eu e nem sequer tem as mesmas qualificações que eu..talvez ache que é uma forma de se afirmar, não sei...só sei que isso me irrita profundamente porque a maior parte das vezes ele não tem razão para me criticar ou para me inferiorizar. Já fiquei ressentida com ele mais do que uma vez por isso.

Hoje aconteceu mais uma vez, estavamos a trabalhar juntos e ele quis assumir o comando, contrariou uma coisa que eu disse e voltou a dizer o mesmo que eu só que por outras palavras. normalmente eu gosto de me limitar a cumprir ordens e de não me chatear muito com o trabalho...mas hoje explodi não consegui ficar calada e fui uma autêntica cabra com ele. Gritei e fui malcriada, disse-lhe que não era burra nenhuma e que estava farta de ele me tratar como inferior, continuamos a trabalhar e há minima oportunidade eu mandava-lhe bocas ou armava-me em esperta...Sei que o fiz porque não me apeteceu receber ordens de uma pessoa com menos qualificação e com a mesma experiência...tenho a puta da mania que sou melhor. Fiz questão de o inferiorizar, de ser pior que ele...estive quase a mandar-lhe á cara que era eu que tinha um curso!

Se tinha alguma razão perdi-a toda depois disto, descobri que sou uma cobra bem pior que ele. Detesto pessoas arrogantes e afinal descobri que sou uma delas!

Se eu não gosto do que ele me faz poque é que lhe fiz o mesmo mas em pior? Sinto-me péssima depois disto, esta não é a pessoa que eu queria ser. Normalmente até sou uma pessoa modesta, acato sempre a opinião dos meus colegas e até tenho falta de confiança. Porque é que com este colega isto aconteceu? Estou cheia de vergonha de mim própria...e arrependida do que fiz. Sei que devia ir -lhe pedir desculpa mas não consigo...o que só demonstra a minha mesquinhês..

Eu já sabia que tinha um lado mau, já não é a primeira vez que rebento em ira mas não havia necessidade de ir tão baixo. Estou muito desapontada comigo própria.

Desculpem o desabafo mas sinto-me mesmo péssima.

 

Nocas

Música da Semana

Andei a pensar muito sobre que música escolher esta semana. Enfim, lá me decidi por esta porque os AIR vão estar em Portugal no fim-de-semana.

Não conheço assim muitas das suas músicas, mas esta é muito boa (a "cherry blossom girl" também, já agora) e descobri-a, já há uns anos, no genérico final do filme As Virgens Suicidas de Sophia Coppola. Para quem não sabe, é um filme fantástico lol. A banda sonora esteve praticamente toda (senão mesmo toda) a cargo deste grupo.

Esta é a canção que mais se destaca. Adoro-a.

O video não é original, mas sim uma montagem com imagens do filme. Divirtam-se!

Beijinhos.

 

Necas

 

 

Allez Bolinhas Allez!

É suposto os homens perceberem mais de carros do que nós as mulheres. É um estériotipo que não contesto, assumo que não sou um génio dos motores mas será que eles  percebem tanto como dizem?

Os meus colegas homens defendem a superioridade das marcas de carros alemãs (estamos a falar de utilitários), dizem eles que têm motores melhores e que dão menos problemas. No sector feminino defendemos os carros franceses porque são mais bonitos.Não vou entrar em teimas sobre motores com pessoas que sabem o que é um carborador,  pelo que os deixo dizer que os carros alemães são melhores (agora que penso nisto até me parece uma ideia um bocado nacional socialista...a superioridade da raça ariana...huuu)...mas ofender o meu bolinhas francês  é ir longe de mais...

Acontece que hoje tive que ir para um local onde era complicado chegar de carro (acontece muita vez no meu trabalho), fui para lá por o caminho que me disseram ser o melhor mas para voltar pensei em ir por o caminho que costumo fazer e que é bem mais perto .Como está tudo cheio de lama e água resolvi ligar a um colega para saber se conseguia passar e eis que surge esta pérola ;" É pá! É melhor ires dar a volta...há muita lama no caminho, é muito complicado. Eu passei lá esta manhã mas tu não sei se consegues!"...Quer dizer que sua excelência e o seu carrinho alemão conseguem e o meu bolinhas não consegue?! Aquele carro alemão que é tão bom mas que é mais novo que o meu e já foi muito mais vezes á oficina? E que já ficou atulado umas quantas vezes no trabalho enquanto o meu reles carro francês ainda não suportou essa humilhação? Claro que não é precisso dizer que nem pensei duas vezes e fui pelo caminho da lama, era uma questão de honra para o meu querido carro! O caminho era efectivamente complicado, mas sinceramente já passei por sitios bem piores e não foi ali que tive grandes dificuldades, nem sequer foi precisso grande pericia, qualquer carro passava ali em 1ª.

Á tarde sua excelência perguntou; " Então conseguiste passar ou tiveste que dar a volta por outro lado?" ao que eu respondi no meu melhor tom de indiferença " Claro!, Se o teu carro passa não vejo porque é que o meu não havia de passar" e é então que ele se sai com a calúnia das calúnias; "Eu sei! Passar ali não tem que ver com o carro mas sim com as mãos do condutor!"...o filho da mãe não se topa mesmo pois não? Fiquei a ferver por dentro...afinal ele não tinha subvalorizado o bolinhas mas a mim! Mantive o meu tom indiferente, encolhi os ombros e disse com a maior das calmas " Bom, então parece que as minhas mãos são tão boas quanto as tuas!"  finalmente ele ai topou-se e e disse " Claro, ninguem disse o contrário!"...foi a sorte dele porque se tivesse feito mais algum comentário infeliz eu tinha-me levantado no meio do café e tinha gritado "Oh filho da puta pelo menos eu tenho inteligência suficiente para parar antes de me meter em lamaçais dos quais não consigo sair enquanto a ti já te tiveram que ir buscar umas quantas vezes!"

Eu não sei se os motores alemães são ou não melhores, só sei que o meu carro apesar de mais velho me tem dado muito menos problemas que o fantástico carro alemão dele.

É por estas e por outras que ainda não comprei carro novo, já não se fazem carros como antigamente...e eu adoro o meu carro velho...fico tão orgulhosa quando ele passa em sítios complicados, acho que é assim que se sente uma mãe quando o filho faz um brilharete na escola! É claro que já tem tido hospitalizações mas coitado já é muito velho! A única vez que me deixou no caminho e que teve uma avaria grave foi porque eu achei que não era importante trocar a correia de distribuição que me tinham dito para trocar...a culpa foi minha! Como é que eu posso mandar abater o meu bébé ?! Só de pensar nisso dá-me vontade de chorar.

Em suma esta história veio reavivar, mais uma vez, o amor e o orgulho que tenho no meu carro e veio provar, mais uma vez, que alguns homens são mesmo parvos e que não percebem assim tanto de carros nem de condutoras...mas também eu já devia estar preparada...a pessoa que acredita piamente que os carros alemães são melhores que os franceses também acredita com todas as forças que o Sporting é melhor que o Benfica lololololol...coitado não tem mesmo noção...

 

Nocas

 

Quando eu for grande quero ser...

Sabem quem são os seguintes senhores?

 

 

 

 

 

 

Não sabem?

E estas pessoas?

 

 

 

Não?

 

Então eu explico. Acima, por ordem, estão os senhores Vitor Constâncio, Carlos Santos Ferreira, Faria Oliveira, Ricardo Salgado e Fernando Ulrich. O que têm em comum? Basicamente, duas coisas: são presidentes de um banco (para os mais distraídos, o Banco de Portugal, o BCP, a CGD, o BES e o BPI) e têm uma remuneração mensal com CINCO dígitos. Não me enganei, são mesmo cinco.

E em baixo quem são? Pois...não são ninguém. Ninguém conhecido, claro, porque são pessoas que muito provavelemnte se fartam de trabalhar e se calhar nem quatro dígitos de dinheiro ganham anualmente.

 

Agora pergunto, é justo?

Claro que não.

Merecem os tipos dos bancos ganhar tanto?

Se calhar.

Devem eles ganhar tanto quando todos os outros estão em dificuldades, de uma maneira ou de outra?

Certamente que não!

 

Cambada de ricalhaços é o que são. Revolta-me. Não sei que tipo de inteligência tem este país para permitir isto. A culpa pode não ser dos presidentes dos bancos. Mas é justo?

Não, não e não!!!!

 

Necas

Meio cheio :)

Por vezes sinto-me chateada porque queria ter mais dinheiro..queria andar sempre nas compras, comprar um carro e um jeep, queria viajar e só fazer coisas divertidas. Por vezes sinto-me frustrada porque queria ser mais magra,queria ser mais alta ou no minimo ter umas pernas mais compridas, queria ter um cabelo sempre perfeito, enfim queria ser mais bonita. Também há alturas em que me sinto desapontada porque queria ser mais inteligente, ter um trabalho melhor, uma carreira com mais futuro, ser reconhecida por feitos fantásticos. Há dias em que tudo corre mal só porque o Benfica perdeu o jogo do dia anterior...Depois há alturas em que me apercebo de como estas "infelicidades" são insignificantes e que apesar de não ter montes de dinheiro, não ter o corpo de uma top model, de não ter uma carreira brilhante e de o meu clube nem sempre estar no topo do futebol mundial, sou uma sortuda e tenho o que realmente faz falta.

É pena só nos aperceber-mos da sorte que temos quando a vida nos põe perante uma prova realmente importante...

Há dois anos aprendi uma lição! Achei que estava muito doente e enquanto andei a fazer exames e mais exames senti pela primeira na vida um medo real de morrer. Percebi que a minha vida afinal era fantástica e que não a queria perder de forma alguma. As gorduras, o trabalho e tudo o mais era apenas coisas insignificantes, sem importância. Quando o médico me disse que afinal tudo não tinha passado de um grande susto senti-me mais feliz do que se tivesse acertado no Euromilhões. Pensei, e ainda penso, que foi um milagre e no fim de todo aquele processo passei a encarar a vida com uma alegria renovada...a não dar tanta importância a coisas que efectivamente não a têm...

Recentemente deparei-me com uma nova prova e descobri que muito pior do que encarar a prespectiva da nossa própria morte é encarar essa possibilidade para alguém de quem gostamos muito. Mais uma vez acho que não vai passar de um susto, ou pelo menos é um problema que parece ter solução á vista...mais uma vez apercebi-me de como a vida é fantástica e de como eu tenho sorte em ter o que é mais importante e pela primeira vez em muitos dias sinto-me feliz....

Para a Anuska

Parabéns miuda!

Este é para ti.

 

Necas

 

 

 

Mas eu

 

"Mas eu, em cuja alma se refletem

As forças todas do universo,

Em cuja reflexão emotiva e sacudida

Minuto a minuto, emoção a emoção,

Coisas antagónicas e absurdas se sucedem-

Eu o foco inútil de todas as realidades,

Eu o fantasma nascido de todas as sensações,

Eu o abstracto, eu o projectado no écran.

Eu a mulher legitima e triste do Conjunto

Eu sofro ser eu através disto tudo como ter sede sem ser de água."

 

Álvaro de Campos, in "Poemas"

 

Sabe tão bem...

...estar na cama quentinha, a ouvir a chuva a cair lá fora, como toda a gente sabe. Melhor ainda é ouvir a chuva a bater nas telhas, como acontece comigo, porque os quartos estão no andar de cima e há uma parte (uns espaços para arrecadações) que não tem placa, pelo que se ouve a chuva na telha e é tão reconfortante, mas tão bom ouvir enquanto se está deitado...hummm.

 

Necas

 

Zangas

Ontem tive (mais) uma discussão com a minha mãe. Somos aquele tipo de pessoas parecidas, sabem? Os psicólogos dizem que quanto mais parecidos são, mais fácil é chocarem e discutirem. Bem, então ninguém me trocou no hospital e sou realmente filha da minha mãe, porque brigamos desde os meus 7 anos.

Ehhh, não foi por nenhuma razão especial, mas não me consigo controlar. A atitude dela irrita-me em relação a certas coisas. Da única vez que tentei falar com ela sobre nós, sobre os nossos sentimentos, sabem, como se vê nas séries de tv onde eles falam todos uns com os outros e tal...pois, ela não disse nada. Obviamente ela não vê esse tipo de coisas lol

Mas pronto, eu aborreço-me. Não queria brigar assim com ela, mas não aguento simplesmente dizer "tá bem" só para evitar a discussão..ás vezes apetece-me, mas depois...descontrolo-me. Com o meu pai, paz de alma, já não é assim, raramente discutimos. Mas com a minha mãe...dantes desculpava-me a mim mesma porque era adolescente, era quase como um must discutir com a mãe. Agora...e o pior é que começa de uma forma tão parva, ela diz uma coisa e eu pergunto-lhe qualquer coisa que mais óbvia não podia ser, é claro que ela responde o que já tinha dito e pronto, eu expludo e digo coisas e depois ela diz coisas também e é assim. Só que depois vem a pior coisa. Se eu conseguisse ficar indiferente à discussão, fazer de conta que não me chateou nem um bocadinho, então estava tudo bem. Mas não. Eu depois fico com um sentimento de culpa daqueles....! Imagino que ela também, mas é coisa que não me parece que algum dia venhamos a falar. Também não somos desse tipo de pessoas, cá em casa não falamos do que sentimos. E depois como "fazer as pazes"? Pois, não fazemos, deixamos o tempo passar até estar tudo igual. Se está certo? Se é um bom método de evasão? Se é a coisa adulta, madura, correcta de me comportar? Não, mas também sou sempre eu a dar o braço a torcer e seja como for, só afecta mais no momento.

Como tudo, bem ou mal, eventualmente....passa, lol

Enfim...desculpem lá o desabafo.

Bom fim-de-semana. Agasalhem-se do frio.

Necas

Música da Semana

Esta semana não tenho ouvido nada de especial a não ser Muse e o Adam lindo. Para não "impingir" mais estes dois aqui fica então uma das minhas canções favoritas de todo o sempre.

Pena o videozinho...esta canção tem tanta potencialidade lol, mas pronto, vá, tem o Adrien Brody super sexy!! Salve-se a honra do convento!

Beijinhos!!!

Necas

 

 

Hibernar

  I hate mondays...e para dizer a verdade todos os outros dias da semana exceptuando as sextas á tarde e os fins de semana....

  O meu trabalho não é cansativo e tem dias que é muito giro e que o adoro mas tem outros que preferia levar uma sova...Oh como detesto trabalhar no inverno com tudo alagado e molhado, a maior parte da vezes ainda não comecei a trabalhar e já tenho lama até as orelhas.

  É nestas altura que invejo, profundamente, os seres vivos dotados pela mãe natureza da capacidade de hibernar.Quem me dera!...Quer dizer, o meu objectivo não seria ficar trancada 4 meses a dormir, isso seria uma seca! O que me fascina é a possibilidade de ter uma desculpa maravilhosa para ficar os meses de inverno trancada no quarto, não a dormir, mas a ler e a ver tv..saindo raras vezes para ir em luta pela sobrevivência, ou seja, comprar comida no supermecado, mais livros e mais dvds.

  É que estou numa fase mesmo antisocial, não me apetece interagir, só quero ficar no meu canto sem que me chateiem muito.

  O tempo está pessimo e os acontecimentos dos ultimos meses de 2009 não contribuiram muito para o meu bem estar psicológico ( que já de si não é grande coisa lol) e a consequência é que me sinto cada vez mais triste e mais em baixo de forma.

  Mas não há mal que sempre dure...não me posso limitar a esconder a cabeça na areia cada vez que me apetece ( já o fiz demasiadas vezes). Tenho que crescer um bocadinho e enfrentar a vida, afinal de contas há pessoas muito piores que eu e não se andam por ai a queixar.

 

Nocas