Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Duas Amigas, Um Blog

Duas amigas de longa data e algumas das histórias que têm para contar. No fundo duas raparigas com uma grande capacidade para dizer parvoíces..

Duas Amigas, Um Blog

Duas amigas de longa data e algumas das histórias que têm para contar. No fundo duas raparigas com uma grande capacidade para dizer parvoíces..

Saber Ouvir

 

Sabem aquelas pessoas que nos dizem que devemos seguir o curso que gostamos porque é muito melhor estudar e ser o que se gosta, em vez do que dá dinheiro? Pessoas que dizem que só seremos felizes se fizermos o que gostamos?

Pois bem, então essas pessoas preenchem um ou mais dos seguintes requisitos:

 

a) Têm boa vontade, mas não percebem de actualidade;

b) São miseráveis e querem "lixar" outros;

c) Gostam de contar mentiras todos os dias do ano, não só no 1 de abril;

d) Têm um problema psicológico qualquer;

e) Já têm emprego por isso não se ralam;

f) São realmente inocentes e ainda acreditam no pai Natal;

g) Têm pais ricos.

h) São pagos para dizer isso a pobres estudantes que apesar de saberem o que os espera ainda assim pensam que talvez com eles seja diferente, porque julgam que a esperança é a última a morrer, quando na verdade não existe, como o tempo;

 

Necas

Música da Semana

Os Garbage são um grupo fantástico e têm a característica de fazer com que algumas das suas músicas sejam verdadeiros hinos à sensualidade (ex: The world is not enough, milk, queer...), talvez pelas guitarras, tavez pela voz da Shirley.

Mas a verdade é que assim é.

Esta música é linda, a minha favorita deles!

O final é um doce.

 

Necas

 

 

Quem quer....pede.

Há por aí gente caridosa? Com muito para dar?

Hum?

Então se há, faz favor de me dar esta estante que é muito jeitosinha e engraçada e ia ficar o máximo no meu quarto.

Thanks!

 

Necas

 

Simplicidade para quê

Ontem li esta frase no livro O Alquimista de Paulo Coelho:

 

"...ninguém sente medo do desconhecido, porque qualquer pessoa é capaz de conquistar tudo o que quer e necessita. Só sentimos medo de perder aquilo que temos, sejam as nossas vidas ou as nossas plantações."

 

 

Mas será mesmo assim? Então se nos sentimos bem com aquilo que temos e sabemos que não o iremos perder - a não ser com a morte, mas essa não podemos adivinhar - não teremos também um pouco de medo do que não temos? Talvez porque ter isso é sinal de que afinal o que temos não é o que realmente queremos, ou é?

Há muito tempo que me convenci de qual é o meu sonho. Não quer dizer que o realize, muito por culpa de mim mesma, mas isso não interessa, o que vale é que sei qual é. Mas se, por algum "milagre" o realizasse, o que seria de mim depois? Será que conseguia continuar sabendo que aquilo que precisava, que queria, já é meu? São os seres humanos assim tão programados a pensar até um certo momento e depois...pronto?

Também depende da pessoa, pois. Eu sei que aquilo que quero não vai ser meu porque conheço as minhas limitações, impus a mim mesma esse fim. Sei que não há ideias nem formas de ter o que quero, até porque se viesse a ter, nem ia saber o que fazer com isso.

Mas admiro quem consegue. Por que será? É genética? É o tal behaviorismo dos teóricos da psicologia, sobre os comportamentos e o meio em que estamos? É ter dinheiro? É acreditar na fé? É o quê? O que faz com que alguns tenham auto-estima e vontade e força e motivação para chegar lá?

Por que são os outros, os que não conseguem, chamados de falhados? Será que....não sei...tudo depende de como se querem as coisas. Eu não vou ser melhor do que sou porque não quero. Sou uma falhada, diriam alguns. Mas não é fazer uma escolha o epítome máximo da liberdade humana? Uma escolha para não se ter não é melhor que não conseguir algo?

Ahhh, acho que não digo coisa com coisa.

 

Necas

 

 

Taças, goleadas e pancadaria!

Finalmente hoje arranjei um bocadinho para vir ao blog! Estou a escrever enquanto ouço os relatos on line da taça da liga. Devia estar a ver o SLB na televisão mas infelizmente este fim de semana não fui a casa. Aqui, a única tv existente, está ocupada por rapazes que estão a ver a RTP2 enquanto a menina  (eu) está desesperada para ir para lá ver o jogo...há algo que não bate certo...não é suposto os homens verem sempre o futebol independentemente da sua equipa?

O meu pai vê todos os jogos que dão na tv...nem que sejam os jogos da década de 90 que apanha na RTP Memória..Não sei o que  há com alguns gajos hoje em dia...está bem que são adeptos do FCP que não está a dar nos canais de sinal aberto mas não deviam estar num tasco qualquer a ver o Porto na SportTV? Não percebo!

Continuando com o futebol há aqui dois acontecimentos que gostaria de recordar:

1-O Benfica voltou a golear. 5-0 nada de especial, já estamos mais que habituados. O que eu achei piada no outro dia foi ás vozes da lagartagem...estava eu no café com dois colegas do SCP. Um deles agarrou no jornal e começou a ler, o outro gosta especialmente de me provocar mas já tem um bocado de medo de o fazer directamente (já tivemos várias disputas verbais e eu venci todas) e então resolve comentar para o colega do jornal ( com a voz muito alta e em tom de desprezo " Sabes o Benfica goleou...contra 9"  o outro nem levantou a vista do jornal, respondeu num tom indiferente " ouvi dizer"...é claro que discuti com o primeiro colega, disse-lhe que as expulsões tinham sido mais que justas e que o único erro do árbtro foi um penalty a favor do SLB que ficou por marcar, ele calou-se? Não! Respondeu-me todo altivo; " ´Não sei! Não vi o jogo!"  e eu " Então fecha a boca! não fales do que não sabes!" e pronto foi mais uma luta verbal que eu venci...a inveja é tão feia! O gajo nem viu o jogo, ganhámos 5 a 0 e mesmo assim achou por bem desacreditar a vitória do Benfica e provocar-me. Ainda  não se conveceram na nossa superioridade..só no fim do campeonato quando ganharmos é que vão admitir que somos os melhores e mesmo assim devem culpar o árbitro!

(olha o carlos martins marcou para o benfica!!!!!!!! gooooooooooooolo, oh e agora é penalty para o Rio Ave fomos roubados filho da p?ta do árbitro ,merda)

2-Outro jogo que foi interessante foi o Sporting- Mafra para a taça de Portugal...todos fanfarrões que também goleavam e depois papam 3 de um chinês que ninguém conhece...muito bom! Depois foi o triste episódio entre o sá Pinto e o Levezinho ( deviam deixar o futebol e dedicar-se ao boxe).  A meu ver o Sporting cometeu um erro tremento! Despedir o Sá?..Perderam uma grande vantagem...podiam ganhar os jogos todos com o factor chatagem!  Até parece que estou a ver o Carvalhal; " Vocês ou ganham este jogo ou eu chamo o Sá Pinto! " ; "Rui patricio ou defendes o penalty ou eu chamo o Sá Pinto..." mas pronto eles é que sabem.

A Taça da Liga não está a correr bem, se continuar assim não vamos continuar...graças um penalty roubado! Filho da p?ta do ábitro! Olha... Di Mária! GOOOOOOOOOOOLO! afinal já podemos seguir! Isto de escrever e ouvir a bola ao mesmo tempo é giro lol.Merda...duas ao poste! 4 minutos para o fim do jogo...tá quase vencido! Já está! SLB SLB SLB SLB Glorioso SLB, Glorioso SLB!

 

Parabéns à Fernanda

Linda, hoje é o teu dia, muitos parabéns. Finalmente o blog funciona.

Aqui fica para ti, outro miminho.

Lembra-te de que não estás sozinha, há amigos que continuam do teu lado.

Um grande abraço!

 

Necas

 

 

A insustentável leveza da hipocrisia

Hoje, quando fui à padaria, ouvi alguns comentários de umas velhotas que lá estavam acerca dos casamentos homossexuais.

Comentários horriveis e absolutamente idiotas.

Como me aborrece que as pessoas não respeitem os outros. Ninguém obriga homofóbicos a aceitar ou a suportar gays. Mas quem lhes dá o direito de os humilhar seja fisica, seja verbalmente? Quem fez desses heterossexuais homofóbicos Deus? Juro que não percebo porque os incomoda tanto. Eu sou heterossexual e não me chateia nada, aliás, ainda bem, acho que estava mais que na hora!

Mas há pessoas que não respeitam as opções dos outros, seja lá pelo que for. Claro que, se fosse alguma coisa sobre elas, então o caso mudaria de figura...mas oh como  me revolta que se auto definam qual paradigma magnânimo, maravilhosos exemplos de solidariedade e benevolência e depois critiquem e maldigam outros! Quanta hipocrisia!

Que mesquinhez e "pequenez" dizerem que são tão justos quando não aceitam as escolhas de cada um. Em quê, digam-me, é que dois homens ou duas mulheres gay tomarem a opção de estarem juntos, vai influenciar tal certeza e sólida convicção hetero de que isso lhes retira a sua própria opção? Como é que isso interfere na sua liberdade??

Por que será que têm tanto medo?

Gays do mundo, quer queiram casar, quer não....que sejam felizes. Afinal são feitos de carne e osso, como todos os outros.

 

Necas

 

Pág. 1/3